Confira formas para financiar sua faculdade

FIES – O Fundo de Financiamento Estudantil é um programa criado pelo Ministério da Educação (MEC), solicitando o financiamento os estudantes de cursos presenciais de todo o País podem ingressar em instituições de ensino superior pagas com até 100% das mensalidades financiadas pelo Governo.

O MEC disponibiliza duas datas no ano, para o cadastramento, que ocorre no primeiro e no segundo semestre. Podendo solicitar o FIES 2020 aqueles candidatos que estiverem matriculados na faculdade.

Você que pretende obter esse financiamento, acompanhe nossos artigos a seguir e veja o que é preciso fazer para realizar o curso que você tanto sonhou. Confira já

Como funciona o FIES

Para realizar a inscrição FIES 2020, o estudante, não poderá ter sido beneficiado com o financiamento, em outro momento, e nem estar inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC) e, ainda, possuir renda familiar mensal bruta de até 20 salários mínimos. Para os que concluíram o ensino médio após 2010, a participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é obrigatória.

Qualquer estudante matriculado em um curso presencial de instituição de ensino superior do Brasil pode se candidatar. Um dos critérios para estar dentro do programa é que a faculdade precisa ser reconhecida pelo MEC, com prioridade para aquelas que ofertam cursos com notas 5 e 4 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).

Para se cadastrar o candidato deverá acessar o site do Sistema de Seleção do Fies através do endereço www.fiesselecao.mec.gov.br, onde terá que informar alguns dados como:

  • CPF;
  • Data de nascimento;
  • Email;

Com esses dados, o sistema automaticamente irá verificar se você participou do Enem e quais foram as suas notas. Depois disso, é só cadastrar a senha que será usada sempre que você quiser acessar o Sistema. Em seguida, acesse em seu e-mail o link de ativação de conta e validação do seu cadastro.

O que é a Nota de Corte

O partir do segundo dia de inscrição FIES é calculada a nota de corte parcial que é a menor nota pra ficar entre os selecionados para cada curso, sendo calculada com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso que não tenham concluído curso superior.

A nota de corte é a nota mínima que assegura o candidato entre os selecionados em um curso, se baseando nos números de vagas disponíveis e o total de inscritos nesse mesmo curso. Essa nota é apenas uma referência para auxiliar o candidato no acompanhamento da sua inscrição, ela não garante a seleção para vaga ofertada, o sistema não faz o cálculo em tempo real. A nota de corte se modifica de acordo com as notas dos inscritos.

Os estudantes poderão acompanhar as notas de corte como alterar a opção de curso no período até encerrar as inscrições. Lembrando que a inscrição que será válida vai ser sempre a última confirmada pelo estudante.

A classificação dos estudantes é dada como base a nota obtida no Enem seguindo a sequência abaixo:

  • Participantes que não tenham concluído o ensino superior;
  • Participantes que já tenham concluído o ensino superior.

Os primeiros a serem classificados, com as notas obtidas no exame são os estudantes que ainda não concluirão o ensino superior e, somente após os candidatos que já concluirão o ensino superior sendo observadas suas notas do Enem.

O resultado dos pré-selecionados na primeira chamada, assim como a lista de espera poderá ser consultado através do FIES Seleção e também na instituição em que foi efetuada a inscrição.

Agora que você já sabe como poder concorrer a um financiamento da universidade de seus sonhos, comece a se preparar para não perder essa oportunidade. Boa Sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *